logo preto

Do livro "Utsukushi Hitoni, da Rev. Shundo Aoyama Roshi

Do livro "Utsukushi Hitoni, da Rev. Shundo Aoyama Roshi, Abadessa do Mosteiro Aichi Senmon Nisodo (Nagoya - Japão)

 

Certa vez, folheando os anais dos monges Zen da dinastia T'ang, ao ler o provérbio "Ajudar burros a atravessar, ajudar cavalos a atravessar", fiquei muito surpresa pela semelhança do provérbio com meu trabalho. Devo ser como uma ponte, possibilitando a todos atravessar. No grupo que dirijo, existem pessoas em diferentes estágios de prática e, mesmo monges, são pessoas comuns, com momentos de delusão. Estas palavras surgiram quando ainda tinha muitas dificuldades na função, e elas passaram a ser um preceito para mim.

Leia mais...

Viva o Presente


Uma vez um jovem que havia mudado de emprego muitas vezes veio me visitar, e me contou seus sonhos. Ele queria ser isto e ele queria aquilo. É bom ter sonhos sobre o futuro. Você pode ir além dos seus limites e conseguir mais. Mas não é sábio esquecer que, embora uma visão do futuro seja necessária para colocar você no caminho agora, se você mantiver seus olhos focados no horizonte muito adiante, você não verá o buraco aos seus pés. E você cairá de costas sem ter para onde ir. Se os seus sonhos vão ser apenas sonhos ou se os sonhos se tornarão realidade, depende de como você está vivendo agora.

Leia mais...

Apenas um Círculo


Nossa vida é um círculo. Cada uma de nossas vidas é apenas um de muitos círculos...
Nossa prática é realizar que todos os muitos círculos são um círculo.


Recentemente uma pessoa que começou a praticar Zen me perguntou: "Eu não conseguia encontrar solução para alguns de meus problemas fundamentais, então comecei a estudar Psicologia. Agora que eu comecei a praticar Zen eu me questiono se serei capaz de encontrar soluções. Talvez não haja soluções".

Eu positivamente digo que há uma solução e que você pode encontrá-la. O Buda histórico e muitos outros encontraram tal solução. Mesmo no presente há muitas pessoas que já encontraram ou que irão encontrá-la. Então o que é isto? O que verdadeiramente nos dá satisfação?

Leia mais...

Zazen Yojinki


"Zazen não se baseia em ensinamento, prática e realização. Ao contrário: ensinamento, prática e realização estão todos contidos em Zazen. Avaliar a realização com base em alguma noção de iluminação não é a essência do zazen. Praticar baseando-se em se aplicar com esforço não é a essência do zazen. Ensinamento baseado em se libertar do mal e cultivar o bem não é a essência do zazen.

No Zen há ensinamentos, mas não o ensinamento comum. Zen é apontar diretamente, expressar o Caminho, falar com todo o corpo. Tais palavras não são sentenças nem frases. Onde os pontos de vista terminam e os conceitos são exauridos, a palavra única permeia as dez direções sem perturbar nem mesmo um fiozinho de cabelo. Este é o verdadeiro Ensinamento dos Budas e dos Ancestrais Iluminados.

Leia mais...

A palavra Paz. A palavra amor. A palavra-ação

Agradecimento, 2005 e o Fórum Social Mundial (Brasil, 25 a 31 de janeiro)

 

Estivemos ali. Em meio ao calor de Porto, Alegre Verão, o mais ao sul, surpreendentemente o mais quente do Brasil (não estaríamos no Piauí, no Amapá, em Natal? Na Índia? Na Ásia? Na África?).

Cada momento é único.

Único para encontrarmos o espírito necessário do deslumbramento. Nos formando, nos transformando, tirando orelhas de Chacal e colocando orelhas de Girafa, pra podermos escutar as necessidades da raiva, da ganância, da ignorância, as carências e os afetos de outros, nós mesmos. Para descobrirmos nossa fala não-violenta.

Leia mais...

Carta Aberta ao Lama Padma Samten

Segunda mensagem enviada pelo Vitor da Índia:

Segunda mensagem enviada pelo Vitor da Índia:

Carta Aberta ao Lama Padma Samten

Querido Lama Samten,

Decidi escrever esta carta aberta para ti, pois desejo transmitir a mais pessoas a alegria das informações que aqui compartilho.

No momento que escrevo, é final de tarde, aqui nas montanhas do Himalaia, os pássaros cantam com mais intensidade que os de Curitiba. Do quarto, onde pratico meditação silenciosa, todas as manhãs, posso ver pela janela dois picos montanhosos revestidos de gelo.

Leia mais...

Limites da tolerância

Leonardo Boff

Tudo tem limites, também a tolerância, pois nem tudo vale neste mundo. Os profetas de ontem e de hoje sacrificaram suas vidas porque ergueram sua voz e tiveram a coragem de dizer:"não te é permitido fazer o que fazes". Há situações em que a tolerância significa cumplicidade com o crime, omissão culposa, insensibilidade ética ou comodismo.

Não devemos ter tolerância com aqueles que têm poder de erradicar a vida humana do Planeta e de destruir grande parte da biosfera. Há que submetê-los a controles severos.

Leia mais...

Sobre os ensinamentos do Dalai Lama

Sobre os ensinamentos do Dalai Lama
às Sanghas e organizadores
de sua visita ao Brasil em 2006

Este é o resumo das notas de tradução tomadas durante um encontro de Sua Santidade o Dalai Lama com as sanghas budistas e os membros da organização de sua visita ao Brasil, em maio de 2006, após encerradas suas atividades públicas no país.

Como notas tomadas rapidamente, têm várias imprecisões e não é um relato completo de sua fala.

Leia mais...

Cartas de Dona Branca

São Paulo, 19 de novembro de 1983

Cláudia Koen

Hoje, sexta-feira, como Adolfo não programou levar a Fábia, ela se entreteve um tempo enorme ao telefone e, agora, ouve discos e decora os textos.
Enquanto isso, e, para espairecer na tarde canicular e azul, contemplo a paisagem.
Verde, muito verde, o verde dos gramados do Pacaembu, o verde da procissão de árvores frondosas que seguem ladeira abaixo.
Nesta sensação refrescante acalentada por uma brisa que ameniza o verão, eu tenho uma sensação de paz e de beleza! E paz e beleza para mim são você.

Leia mais...

Escutatória

Rubem Alves

Sempre vejo anunciados cursos de oratória. Nunca vi anunciado curso de escutatória.

Todo mundo quer aprender a falar. Ninguém quer aprender a ouvir.

Pensei em oferecer um curso de escutatória. Mas acho que ninguém vai se matricular.

Escutar é complicado e sutil.

Leia mais...